Clique e assine a partir de 9,90/mês

Pentágono confirma a morte de mais um chefe do Al Shabab

Grupo terrorista foi o responsável pelo ataque contra um shopping no Quênia que deixou dezenas de mortos em 2013

Por Da Redação - Atualizado em 30 jul 2020, 21h37 - Publicado em 18 mar 2015, 22h36

O Pentágono confirmou nesta quarta-feira que um ataque com drone matou Adan Garar, um dos chefes do grupo terrorista Al Shabab, da Somália. Segundo o Departamento de Defesa, a operação foi realizada na última sexta-feira, em uma região cerca de 240 quilômetros a oeste da capital Mogadíscio, perto da cidade de Diinsoor.

Leia também:

EUA confirmam morte de chefe do grupo terrorista Al Shabab

O terrorista é acusado de ajudar a planejar o ataque em um shopping center em Nairóbi, no Quênia, que deixou quase setenta mortos em setembro de 2013. “Garar era uma ameaça à região e à comunidade internacional”, disse o Pentágono, em comunicado.

Continua após a publicidade

Os EUA descreveram o terrorista como o responsável por coordenar as ações externas do grupo e afirmaram que a morte representa “outro golpe significativo para a organização terrorista”.

Horas antes da divulgação do comunicado, um ataque do Al Shabab deixou quatro mortos no nordeste do Quênia.

(Da redação)

Publicidade