Clique e assine a partir de 9,90/mês

Peña Nieto pede que se evite polarizar sociedade mexicana após eleições

Por Da Redação - 10 jul 2012, 15h37

Cidade do México, 10 jul (EFE).- O vencedor das últimas eleições do México, Enrique Peña Nieto, fez nesta terça-feira um apelo para que se evite a ‘polarização dos ânimos’ no país, em referência às denúncias de falta de transparência no pleito.

‘Estou convencido de que nenhum partido político tem o direito de polarizar os ânimos da sociedade uma vez realizada a jornada eleitoral’, afirmou Peña Nieto em entrevista à imprensa.

Peña Nieto, do Partido Revolucionário Institucional (PRI), venceu as eleições presidenciais de 1º de julho com 38,41% dos votos, resultado que está ainda pendente de apelações na Justiça.

A esquerda mexicana liderada por Andrés Manuel López Obrador anunciou que pedirá a anulação das eleições por causa do que denunciou como uma compra maciça de votos que teria beneficiado Peña Nieto e de outras irregularidades durante a votação, o processo de campanha e o anterior a ela.

Continua após a publicidade

Em suas declarações, Peña Nieto disse que respeitará a lei eleitoral e esperará sua qualificação como ganhador do pleito, que deve ser ratificada antes de 6 de setembro pelo Tribunal Eleitoral do Poder Judiciário da Federação (TEPJF), máxima autoridade jurisdicional em matéria eleitoral do México.

Dirigentes da esquerda mexicana, que apresentou López Obrador como candidato presidencial, que ficou em segundo lugar no pleito, anunciaram que apresentarão seus recursos para impugnar a eleição na próxima quinta-feira.

‘Devemos depor qualquer atitude que polarize os ânimos da sociedade. Ninguém tem direito a pôr em risco esta atitude dos mexicanos’, ressaltou Peña Nieto. EFE

Publicidade