Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pelo menos 198 morrem em naufrágio no Zanzibar

Há cerca de 600 sobreviventes, dos quais 100 foram levados para um hospital em Zanzibar e 20 continuam internados

Pelo menos 198 pessoas morreram neste sábado após o naufrágio, em Zanzibar, de um navio no qual viajavam 800 passageiros. “Acabo de falar com o vice-presidente de Zanzibar, Seif Sharif Hamad, e ele me informou que há 198 mortos”, publicou, neste sábado pelo Twitter, o deputado tanzaniano Zitto Zuberi Kabwe, membro do Chadema (Partido para a Democracia e o Desenvolvimento). Outros 620 passageiros já foram resgatados.

Yussuf Chunda, diretor de Comunicação do governo de Zanzibar, assegurou, em conversa telefônica: “Ainda não se sabe a causa do naufrágio, mas os sobreviventes dizem que a embarcação afundou em questão de minutos”, acrescentou. Entre os sobreviventes, ao menos 100 foram levados para um hospital em Zanzibar, 20 deles continuam internados. Além disso, Chunda assinalou que as equipes de resgate seguem trabalhando na zona do acidente, que ocorreu ao redor das 2h30 da hora local deste sábado (20h30 de sexta-feira do horário de Brasília).

A partir deste domingo, o arquipélago fará três dias de luto oficial, declarado pelo governante de Zanzibar, Ali Mohammed Shein. O barco acidentado, M.V. Spice Islanders, fazia a rota entre as ilhas de Unguja e Pemba, as duas principais do arquipélago tanzaniano de Zanzibar, que são separadas por 80 quilômetros.

(Com agências France-Presse e EFE)