Clique e assine a partir de 8,90/mês

PC chinês inicia congresso que mudará comando do país

Encontro de sete dias vai nomear o atual vice-presidente, Xi Jinping, novo secretário-geral, abrindo o caminho para ele assumir a Presidência da China

Por Da Redação - 8 nov 2012, 00h32

O 18º Congresso do Partido Comunista da China, no qual será definida a nova cúpula do governo que comandará o país para a próxima década, começou nesta quinta-feira com uma cerimônia de boas-vindas no Grande Palácio de Pequim. Realizado a cada cinco anos, o congresso se encerrará no dia 14 de novembro. No encontro, será nomeado secretário-geral do partido o atual vice-presidente, Xi Jinping, que nos próximos meses assumirá a chefia do estado.

Leia também:

PC chinês anuncia investigação sobre fortuna de premiê

No início, os 2.270 delegados do Partido Comunista fizeram um minuto de silêncio em homenagem a lideranças comunistas mortas, como Mao Tsé-tung, Deng Xiaoping, Liu Shaoqi e Zhu De. Pouco depois o atual secretário-geral e presidente da China, Hu Jintao, começou a ler seu discurso sobre os progressos do partido nos últimos cinco anos, assim como suas metas para o futuro.

Durante seu mandato, dezenas de milhões de chineses saíram da pobreza e o país consolidou sua força econômica, embora tenha avançado muito timidamente quando o assunto é liberdade de expressão e direitos humanos.

Continua após a publicidade
O presidente da China, Hu Jintao, discursa na abertura do Congresso do Partido Comunista
O presidente da China, Hu Jintao, discursa na abertura do Congresso do Partido Comunista VEJA

“Marcharemos pelo caminho do socialismo com características chinesas e nos esforçaremos para completar a construção de uma sociedade moderadamente próspera”, assinalou Hu aos delegados, que representam as diferentes províncias, empresas estatais e outros setores do país. Nos primeiros minutos do seu longo discurso, Hu apresentou o prognóstico de que a China alcançará a meta de ser uma sociedade “moderadamente próspera” em 2020.

Leia mais:

Sumiço de Xi Jinping alimentou boatos

Constituição – O 18º Congresso do PC chinês vai modificar a constituição do partido, o que deve trazer algumas mudanças ideológicas – embora pequenas – à formação que governa sozinha a China há 63 anos. Ao término dos sete dias de reuniões se anunciará um novo Comitê Central de 200 membros (mais 170 alternativos).

Um dia depois do encerramento do congresso, em 15 de novembro, a primeira reunião deste Comitê Central decidirá as composições do Politburo (a cúpula do partido, com 25 membros) e do Comitê Permanente (atualmente de nove, mas que pode ser reduzido para sete). Estes dois organismos são os verdadeiros núcleos de poder do partido e do país.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade