Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Patriota: ‘África deve seguir seu próprio curso’

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Antônio Patriota, pediu à África que siga seu próprio curso em um discurso feito em uma conferência em Malabo, na Guiné Equatorial, com 55 países africanos e sul-americanos.

Patriota afirmou que “o destino do continente africano está nas mãos de seus líderes e não necessariamente em copiar quase tudo da Europa”. O ministro também concordou com o discurso inaugural de seu colega nigeriano Olugbenga Ashiru, que destacou a cooperação no hemisfério sul.

Teodoro Obiang Nguema, presidente da Guiné Equatorial e anfitrião do fórum, criticou abertamente o Ocidente. “Uma série de países latino-americanos enfrentaram e ainda enfrentam as injustiças das potências ocidentais”, disse ele.

Obiang, que governa o país com mão de ferro desde 1979, já tinha pedido antes da reunião aos dois continentes “para cooperar e lutar contra a dependência das potências do norte”.

Os delegados do Fórum sobre Cooperação América-África (ASACOF) estabelecerão uma data para o terceiro encontro de chefes de estado dos dois continentes.