Passageiro da United precisará de cirurgia reconstrutiva da face

David Dao, de 69 anos, perdeu dois dentes da frente, quebrou o nariz e sofreu uma concussão

Por Da redação - 14 abr 2017, 12h43

David Dao, o passageiro violentamente arrastado de seu assento pela polícia em um voo da United Airlines vai precisar de uma cirurgia reconstrutiva da face, segundo seu advogado. Dao voltava de uma viagem na Califórnia com sua esposa no último domingo quando se recusou a ceder seu assento no voo lotado para um funcionário da companhia aérea.

O advogado Tom Demetrio afirmou que seu cliente sofreu ferimentos graves ao ser arrastado para fora do avião pelos funcionários da polícia do aeroporto de Chicago. Dao, de 69 anos, perdeu dois dentes da frente, quebrou o nariz e sofreu uma concussão no incidente.

 

Na segunda-feira, o Departamento de Polícia de Chicago emitiu um comunicado dizendo que Dao havia sido levado a um hospital próximo ao aeroporto de onde seu avião deveria ter decolado para tratamento de ferimentos leves causados durante a confusão. Segundo os policiais, o passageiro bateu o rosto no apoio de braço do assento. Dao recebeu alta na quarta-feira.

Publicidade

Demetrio informou que Dao pretende processar a United Airlines e a cidade de Chicago, que emprega os oficias que podem ser vistos nos vídeos divulgados nas redes sociais. Nas imagens, é possível ver também o médico com o rosto ensanguentado.

Publicidade