Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Partido de Marine Le Pen lidera intenções de voto para as eleições

Frente Nacional aparece com 30% na mais recente pesquisa sobre as eleições departamentais. O partido de François Hollande está em terceiro lugar

Por Da Redação 23 fev 2015, 10h29

O partido de extrema-direita Frente Nacional (FN), controlado pela deputada europeia Marine Le Pen, com 30% das intenções de voto, é apontado como favorito para as eleições departamentais que serão realizadas na França em 22 e 29 de março, segundo uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira pelo jornal Le Figaro. As eleições departamentais irão escolher os representantes legislativos dos conselhos gerais (similares às assembleias estaduais brasileiras) dos 101 departamentos franceses

De acordo com a pesquisa, a FN supera os 28% da aliança da conservadora União por uma Maioria Popular (UMP) de Nicolas Sarkozy com a centrista União de Democratas e Independentes (UDI), e deixa na terceira posição o Partida Socialista (PS) do presidente François Hollande, que tem 20% das intenções de voto. Muito atrás ficam os ecologistas (7%), a Frente de Esquerda (6%) e os candidatos de extrema esquerda (2%). A pesquisa do Instituto Francês de Opinião Pública (Ifop) também aponta que 57% dos eleitores devem se abster de votar no primeiro turno que será realizado em 22 de março – o voto não é obrigatório na França -, uma taxa considerada alta.

Leia também

Strauss-Kahn diz que não sabia que mulheres em orgias eram prostitutas

Conheça a candidata presidencial ‘mais sexy do mundo’

Continua após a publicidade

Se os resultados da pesquisa forem confirmados, a FN duplicaria os votos que obteve nas eleições departamentais de 2011 (15%), nas quais não conseguiu tomar o controle de nenhum dos conselhos gerais (órgãos legislativos similares às assembleias estaduais). O PS veria reduzido em cinco pontos a porcentagem obtida há quatro anos e a coalizão UMP-UDI também se manteria abaixo dos 32% alcançados em 2011.

Em VEJA

Entrevista com Marine Le Pen

Para o diretor de opinião do instituto, Jérôme Fourquet, esta pesquisa demonstra que o triunfo da FN nas eleições europeias de maio de 2014 – as primeiras em que terminou na primeira posição – não foi um episódio isolado e que a legenda pode também vencer eleições mais importantes politicamente.

(Com agências EFE e France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade