Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Partido de Erdogan proclama vitória na capital turca

O AKP conquistou a maioria dos votos no país e o atual primeiro-ministro sai fortalecido das eleições locais

O candidato do partido do primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan à prefeitura de Ancara, capital do país, declarou vitória nesta segunda-feira, após uma noite de protestos. “O povo de Ancara e da Turquia seguiram o primeiro-ministro”, declarou o novo prefeito Melih Gökçek, em uma entrevista coletiva ao lado do vice-premiê Emrullah Isler e do ministro da Justiça, Bekir Bozdag. Após a apuração de 99,65% dos votos, Gökçek, do Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP, na sigla em turco), tem 44,74% contra 43,81% do rival do Partido Republicano do Povo (CHP, na sigla em turco), Mansur Yavas.

As eleições em Ancara, assim como em outras cidades do país, foram marcadas por tensões entre o governo e partidos opositores, com diversas acusações de fraudes. Pelo menos oito pessoas foram mortas em dois incidentes separados envolvendo apoiadores do governo e de candidatos rivais. Em Istambul, a apuração segue lenta, mas o AKP leva vantagem sobre os sociais-democratas do CHP.

Leia também:

Após Twitter, YouTube também é bloqueado na Turquia

Justiça turca suspende fechamento do Twitter

Turquia derruba avião militar sírio perto da fronteira

O AKP conquistou uma ampla vitória nas eleições municipais deste domingo, com 47% dos votos em todo o país, muito à frente do CHP (27%), apesar dos escândalos de corrupção que afetam o partido de Erdogan. O atual chefe de Estado está no poder desde 2002 e é criticado por promover um aumento do autoritarismo no país, cerceando a liberdade de imprensa e até mesmo redes sociais.

O partido de Erdogan tinha como objetivo igualar ou melhorar sua votação de 38,8% na preferência dos eleitores, conquistada nas últimas eleições locais em 2009. Falando de uma sacada na sede do AKP em Ancara, Erdogan agradeceu seus apoiadores. “Vocês levantaram-se para apoiar os ideais da Turquia, a política, o seu partido e seu primeiro-ministro”, disse ele. Ao comentar o resultado das eleições, Erdogan prometeu que seus adversários vão “pagar o preço”, reporta a rede BBC.

O primeiro-ministro Tayyip Erdogan espera sair das votações com uma base de apoio fortalecida nas cidades, depois de ter a imagem do governo federal abalada por escândalos de corrupção e pelos vazamentos de informações do setor de segurança. O apoio a Erdogan será crucial para a sobrevivência do seu partido e também para a sua possível candidatura a presidente nas eleições de agosto.

(Com agência France-Presse)