Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Partidários de Morales bloqueiam passeata indígena contra estrada em reserva

La Paz, 8 mai (EFE).- Os indígenas bolivianos que marcham contra uma estrada no parque natural Tipnis tiveram que desviar o caminho nesta terça-feira por causa do bloqueio feito por partidários do presidente Evo Morales, que fecharam o acesso com cercas farpadas, ao mesmo tempo em que insultaram e agrediram os manifestantes.

Os canais de televisão bolivianos mostraram como os policiais tentaram frear os ataques aos indígenas, no entanto, alguns receberam golpes. Os manifestantes iniciaram há 11 dias a segunda caminhada rumo a La Paz em menos de um ano, em protesto contra a estrada que dividirá a reserva Tipnis em duas.

Nesta terça, a intenção era entrar em um povoado a 89 quilômetros de Trinidad, cidade da qual partiu a passeata, para abastecer, descansar e escutar uma missa. No entanto, os partidários de Morales cercaram os manifestantes com cercas farpadas e forçaram o desvio por uma rota periférica. O bloqueio ocorreu em meio a insultos e palavras de ordem a favor da estrada, segundo as rádios locais.

Contudo, o presidente da Confederação de Povos Indígenas do Oriente da Bolívia (Cidob), Adolfo Chávez, disse à Agência Efe, por telefone, que nem todos os partidários foram hostis. Chávez destacou que só alguns grupos foram atacados.

O presidente da Cidob comentou também que os nativos ficaram contentes pois mostraram que a iniciativa é pacífica. A construção da estrada será realizada pela empresa brasileira OAS e financiada pelo BNDES.

Os indígenas estavam acompanhados do vice-ministro de Regime Interior, Jorge Pérez, que interviu para evitar um confronto maior. Representantes da Assembleia Permanente de Direitos Humanos e da Defensoria Pública também participaram da marcha.

Os nativos do Território Indígena Parque Nacional Isiboro Sécure (Tipnis) exigem com a nova marcha que Morales respeite a lei promulgada no ano passado que veta qualquer estrada na reserva. No entanto, o governante retomou as obras.

A primeira passeata também sofreu bloqueios de partidários de Morales ao longo dos quase 600 quilômetros percorridos, além de sofrer uma violenta repressão. Mas, conseguiu chegar a La Paz, seu destino final, em outubro do ano passado.

A disputa com os indígenas do Tipnis e seu empenho em construir a estrada dentro da reserva ecológica fragmentou a imagem de Morales como ecologista e indigenista, e levou a uma queda notável de sua popularidade nas pesquisas de opinião. EFE