Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Parlatino propõe criação de Corredor Ecológico Andino-Amazônico

Panamá, 23 mar (EFE).- O Parlamento Latino-Americano (Parlatino) anunciou nesta sexta-feira que proporá na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável Rio+20, que será realizada em junho no Rio de Janeiro, a criação de um Corredor Ecológico Andino-Amazônico e sua integração com o Corredor Biológico Mesoamericano.

A ideia de levar esta proposta à Rio+20 foi adotada pela Comissão de Meio Ambiente e Turismo do Parlatino ao término de uma reunião que seus integrantes mantiveram esta semana no Panamá, informou o fórum político regional em comunicado.

Segundo a proposta, o Corredor Andino-Amazônico se integraria com o Corredor Mesoamericano, que se estende do sul do México ao Panamá.

O Parlatino solicitará, além disso, a ampliação dos planos e orçamentos para a conservação ambiental dos ecossistemas marítimos e litorâneos da região.

Os deputados latino-americanos assinalaram que promoverão a proteção e conservação das grandes reservas de água doce no continente como os aquíferos, as bacias hidrográficas e os campos de gelo do sul e da Antártida, indicou o comunicado.

Os 60 membros da Comissão de Meio Ambiente e Turismo e de Energia e Minas do organismo se reuniram no Panamá para definir a agenda de trabalho visando a Rio+20 e avaliaram os planos sociais no desenvolvimento energético da região.

A Rio+20 acontecerá entre os dias 20 e 22 de junho, mas contará com atividades prévias a partir do dia 13 do mesmo mês, e deve reunir dezenas de governantes para debater questões de governo e economia verde.

O Parlatino, na declaração aprovada hoje no Panamá, destacou que o principal resultado da cúpula de Rio+20 deverá ser a manutenção do conceito de Desenvolvimento Sustentável como ‘pilar central e insubstituível’.

Neste sentido, destacou que o conceito de ‘economia verde’ deve estar submisso ao de ‘desenvolvimento sustentável’, pois este último ‘inclui ainda as dimensões do desenvolvimento social de nossos povos e o cuidado e defesa de nosso meio ambiente’. EFE