Clique e assine com até 92% de desconto

Parlamentar iraniano oferece US$ 3 milhões ‘para quem matar Trump’

Autoridade americana classificou a ameaça como 'ridícula'; político, que é da mesma província de Soleimani, não detalhou se tem o apoio do regime

Por Redação Atualizado em 30 jul 2020, 19h30 - Publicado em 21 jan 2020, 15h37

Um parlamentar iraniano ofereceu nesta terça-feira, 21, três milhões de dólares pela morte do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. De acordo com a agência iraniana Isna, a recompensa proposta pelo parlamentar Ahmad Hamzeh busca vingar a morte do general Qasem Soleimani, assassinado em um bombardeio americano em 3 de janeiro.

Hamzeh é da mesma província em que nasceu Soleimani. “Em nome do povo da província de Kerman, pagaremos uma recompensa de três milhões de dólares em dinheiro a quem matar Trump”, disse o parlamentar à Câmara de 290 lugares. Hamzeh não detalhou quem pagará a quantia nem se sua proposta tem o apoio do regime iraniano ou se é uma iniciativa pessoal. 

O embaixador americano na Conferência do Desarmamento, Robert Wood, classificou a ameaça como “ridícula” em declaração ao jornal The New York Times e afirmou que o caso mostra as “bases terroristas” do regime iraniano.

O parlamentar disse ainda que o Irã estaria “protegido contra ameaças” se tivesse armas nucleares hoje. “Deveríamos colocar na nossa agenda a produção de mísseis de longo alcance capazes de carregar ogivas, é o nosso direito natural”, afirmou Hamzeh.

Na segunda-feira 20, o país declarou que sairá do Tratado de Não-Proliferação Nuclear caso seja sancionado pelas Nações Unidas por não cumprir o acordo nuclear.

Continua após a publicidade
Publicidade