Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Parentes de família morta pedem justiça e ‘respeito ao luto’

Em nota, familiar ainda agradeceu manifestações de solidariedade que chegaram de várias partes do mundo. Causa do crime ainda não foi esclarecida

Parentes da família britânica de origem iraquiana que foi encontrada morta dentro de um carro na região do lago Annecy, nos Alpes franceses, divulgaram um comunicado, por meio do Ministério de Relações Exteriores britânico, em que dizem estar com o “coração partido” e pedem justiça. “Nós esperamos que aqueles que são responsáveis pelas mortes dos nossos entes queridos sejam rapidamente levados à justiça”, apontou a nota.

Saiba mais:

Local de massacre parecia ‘cena de filme’, diz testemunha

al Hilli,

“Pedimos à imprensa, enquanto não são encontrados os culpados pelo crime, que entenda que, como família, precisamos de tempo para ficar de luto e, por isso, pedimos que respeitem nossa privacidade nesse período tão difícil”, concluiu Al-Saffar.

Histórico – Um engenheiro de origem iraquiana identificado como Saad Al Hilli, sua esposa, Ikabal, e sua sogra, cujo nome não foi revelado, uma senhora de nacionalidade sueca, foram encontrados mortos dentro de um carro de placa inglesa com marcas de tiro na semana passada. Uma das filhas do casal, Zainab, de sete anos, ficou gravemente ferida e acordou do coma recentemente. Sua irmã de 4 anos, Zeena, escapou ilesa após se esconder por mais de oito horas debaixo dos corpos dos parentes mortos.

A polícia francesa está investigando o crime, que até o momento permanece sem explicações, com a ajuda de oficiais britânicos. Um ciclista, identificado como Sylvain Mollier, morador de uma cidade vizinha, também foi morto – provavelmente ao passar pelo local no momento do crime.