Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Paraguai: Oposição pede impeachment contra presidente por acordo de Itaipu

Processo de impedimento necessita 53 votos na Câmara para ser aberto. Opositores são hoje 38 deputados

Partidos de oposição do Paraguai anunciaram nesta quarta-feira o pedido de impeachment contra o presidente, Mario Abdo, e o vice-presidente Hugo Velázquez, por conta do escândalo em torno de um polêmico acordo energético com o Brasil.

Políticos e parlamentares reagiram contra a assinatura do acordo, que estabelece um cronograma para a compra de energia gerada pela hidrelétrica binacional Itaipu até o ano de 2022.

O acordo – fechado em maio, mas conhecido publicamente apenas na semana passada– elevará os custos para a empresa estatal de eletricidade do Paraguai em mais de 200 milhões de dólares, segundo o ex-diretor da entidade.

“Vamos preparar a documentação necessária para o processo por traição à pátria, isso significa mau desempenho… e serão necessárias novas eleições”, disse a jornalistas Efraín Alegre, presidente do Partido Liberal, a principal sigla de oposição no país.

O processo de impeachment deve ser iniciado na Câmara dos Deputados, onde são necessários 53 votos para a acusação. Em seu bloco, a oposição reúne apenas 38, portanto a abertura do processo dependerá dos votos do Honor Colorado, movimento dissidente do partido de governo liderado pelo ex-presidente Horacio Cartes.