Clique e assine com até 92% de desconto

Para Sarkozy, Zapatero não é exemplo; Hollande critica Berlusconi

Por Bertrand Langlois 2 Maio 2012, 18h48

O atual presidente da França, Nicolas Sarkozy, citou o ex-chefe de governo socialista da Espanha José Luis Rodríguez Zapatero como causador da grave crise que esse país atravessa, mas seu adversário socialista, François Hollande, lembrou que a situação deixada na Itália pelo conservador Silvio Berlusconi não era muito melhor.

“Zapatero é o único chefe de governo por quem você foi recebido (…). Realmente, entre os franceses que nos estão assistindo, não há um que queira ficar na situação da Espanha”, disparou Sarkozy durante o único debate que os dois candidatos terão antes do segundo turno eleitoral do próximo domingo.

“Quais são os países mais atingidos pela crise? Aqueles onde seus amigos (socialistas) estavam no poder”, como Espanha e Grécia, completou.

Hollande admitiu que na União Europeia “houve gestões ruins. Mas também houve uma Europa que não esteve à altura” dos desafios da crise. E lembrou que os socialistas gregos herdaram um país já arruinado pelos conservadores e que Berlusconi não deixou a Itália em uma situação viável.

Continua após a publicidade
Publicidade