Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Paquistaneses protestam após estupro e morte de criança

Corpo de menina de 7 anos que foi encontrado em Kasur; décimo segundo caso em um ano revoltou a população, que aponta incompetência da polícia

Por Da Redação 11 jan 2018, 18h31

Várias cidades do Paquistão tiveram protestos nesta quinta-feira depois que o corpo de uma menina de sete anos que foi estuprada e assassinada em Kasur, no nordeste do país, foi encontrado. Foi o décimo segundo caso do tipo na região no último ano, o que a população local atribuiu à ausência de investigações efetivas pela polícia.

A série de casos causou revolta na população, que suspeita que um serial killer esteja por trás dos crimes.

Duas pessoas morreram na quarta-feira quando a polícia abriu fogo contra manifestantes em Kasur. Segundo moradores da região, escolas, escritórios e lojas continuavam fechados na quinta. Manifestantes bloquearam duas estradas principais que ligam Kasur à Lahore, capital da província de Punjab, interrompendo o tráfego na região.

Houve protestos em todas as cidades entre Faisalabad, no nordeste, até Karachi, próxima ao litoral, o que corresponde a uma faixa de mais de mil quilômetros que atravessa o país de norte a sul.

  • O corpo de Zainab Ansari foi encontrado um uma caçamba por policiais nesta quinta, quatro dias após ela ter sido registrada como desaparecida. O governador de Punjab, Shahbaz Sharif, visitou os pais de Ansari e lhes garantiu que suspeitos pelo crime seriam detidos em breve. Um policial que pediu para não ser identificado afirmou que dois parentes de Ansari foram interrogados, assim como outras 26 pessoas que estavam sob custódia da polícia. Ele acrescentou que os investigadores aguardam a coleta e análise de provas forenses.

    Continua após a publicidade

    Um porta-voz do governo provincial anunciou uma recompensa de cerca de 90 mil dólares para qualquer pessoa que tivesse informações sobre o sequestrador. Ele afirmou que as autoridades não descartam a possibilidade dos crimes terem sido cometidos por um serial killer.

    Imagens do dia - Homenagem à garota de 7 anos estuprada no Paquistão
    Crianças acendem velas em homenagem à Zainab Ansari, de 7 anos, estuprada e morta na cidade de Kasur, no Paquistão – 11/01/2018 Naseer Ahmed/Reuters

    “Não esperamos nada da polícia, já que demos provas, incluindo gravações de um circuito interno de TV, mas eles não fizeram nada”, disse Hafiz Muhammad Adnan, tio de Ansari. Segundo ele, o sequestrador esperou durante quatro dias que grupos de busca parassem de procurar pela menina para se desfazer do corpo. “Parece que o sequestrador é um morador local que ficou suficientemente próximo de Zainab para convencê-la a ir com ele, provavelmente depois de lhe dizer que a levaria a seus pais”, afirmou o tio.

    Desde 2015, vários policiais foram transferidos para outras regiões do país após falharem em investigar notificações de crianças desaparecidas. À época, autoridades descobriram um círculo de pedófilos, ligado a uma importante família local, que seria responsável pelo abuso de centenas de crianças. Ao menos duas pessoas foram condenadas por crimes relacionados à investigação.

    (Com Reuters)

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade