Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Papa viaja a Guanajuato para reunião com Calderón

O Papa Bento XVI partiu na tarde deste sábado de León, no centro do México, para a cidade de Guanajuato, onde se reunirá com o presidente mexicano, Felipe Calderón, constatou a AFP.

Bento XVI saiu às 17h10 local (20h10 Brasília) do Colégio de Miraflores, onde está hospedado desde a sexta-feira, e caminhou sobre um tapete vermelho para saudar a multidão, composta principalmente por crianças e jovens.

Milhares de pessoas se reuniram em torno do Colégio de Miraflores, incluindo alunos, camponeses com trajes típicos e um grupo musical que interpretou diversas músicas mexicanas em homenagem ao chefe da Igreja Católica.

Bento XVI dedicou vários minutos para saudar as crianças, e trocou algumas palavras com indígenas e religiosas, que entregaram presentes ao Papa, incluindo uma imagem da Virgem de Guadalupe.

O Papa subiu em um automóvel com as bandeiras do Vaticano e seguiu escoltado por cerca de 20 veículos, incluindo ambulâncias, para a viagem de 60 Km entre León e Guanajuato.

Durante sua visita a Guanajuato, Bento XVI irá à praça de Santa Fé, um dos locais emblemáticos da cidade colonial, onde receberá as chaves da cidade.

Em seguida, Bento XVI percorrerá Guanajuato em um “papamóvel” para saudar os fiéis, antes de seguir para a casa do Conde Rul, uma das jóias arquitetônicas da cidade, onde se reunirá com o presidente Calderón.

Ao final do encontro, o Papa conversará com crianças procedentes de diversas localidades, incluindo uma orquestra e um coro, antes de retornar a León (400 km da Cidade do México) para passar a noite.

Na manhã de hoje, Bento XVI rezou diante de uma imagem da Virgem de Guadalupe, padroeira da América Latina, após celebrar uma missa na capela do Colégio de Miraflores.

O Papa conheceu o prédio do Colégio de Miraflores e durante o percurso se deteve por alguns minutos para rezar diante de uma imagem da Virgem de Guadalupe, que teria aparecido no século XVI em uma colina de Tepeyac, próxima à capital mexicana, onde atualmente está o santuário mariano mais visitado do mundo.

Por razões de saúde, Bento XVI não incluiu a Cidade do México e a Basílica da Virgem de Guadalupe em seu programa no México.

O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, disse à imprensa que o Papa “dormiu bem” e que trabalha “tranquilamente em seus discursos com colaboradores”.