Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Papa segue se recuperando, porém ainda sem previsão de alta, diz Vaticano

Cerimônia do Angelus, realizada todo domingo, pode ser celebrada no hospital; é a primeira vez desde 2013 que Francisco a celebra fora do Vaticano

Por Da Redação 9 jul 2021, 12h33

O papa Francisco, de 84 anos, segue se recuperando de uma cirurgia no intestino grosso na Policlínica Gemelli de Roma. De acordo com o Vaticano, o Pontífice já está andando e trabalhando, porém ainda segue sem previsão de alta. 

Ainda que os porta-vozes oficiais tenham evitado dar uma previsão, esperava-se que a recuperação ocorreria dentro de uma semana. Desse modo, a cerimônia do Angelus, tradicional bênção de domingo ao meio-dia, pode ser realizada pelo papa de uma janela do hospital. 

Essa é a primeira vez que Francisco não celebrará o Angelus do Vaticano, exceto quando estava viajando. 

Matteo Bruni, porta-voz da Santa Sé, afirmou que o pontífice se recupera bem após a retirada de parte do cólon do intestino grosso, tendo um dia “calmo” com uma recuperação clínica de acordo com o planejado. Além disso, exames de sangue descartaram qualquer sinal de infecção e não há mais febre. 

Bruni destacou ainda que Francisco agradeceu as mensagens de carinho e proximidade que recebe todos os dias e pediu que continuem orando por ele. Na última quinta-feira, 8, ele chegou a celebrar uma missa na capela do hospital com a presença de quem o acompanha nesses dias de hospitalização. 

Em um comunicado, a Santa Sé acrescentou que Francisco também “quis mostrar sua proximidade paternal aos pequenos pacientes do vizinho Departamento de Oncologia Pediátrica e Neurocirurgia Infantil, enviando-lhes seus afetuosos cumprimentos”.

“Neste momento específico dirige seu olhar a todos os que sofrem, exprimindo sua proximidade aos enfermos, especialmente aos mais necessitados”, acrescentou o comunicado.

Francisco foi internado de forma completamente anônima no último domingo, 4, para remoção de metade do cólon em uma cirurgia de aproximadamente três horas. O procedimento foi realizado por meio de uma hemicolectomia esquerda, que consiste na remoção do lado esquerdo do cólon, e depois as partes saudáveis restantes do intestino grosso são unidas.

Continua após a publicidade

Publicidade