Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Papa pede que a população da República Centro-Africana resista ao ”medo do outro”

Pontífice iniciou neste domingo a última etapa de sua visita ao continente

Em discurso proferido neste domingo em Bangui, capital da República Centro-Africana, o Papa Francisco conclamou a população a não ceder “à tentação do medo do outro, do desconhecido, do que não faz parte do nosso grupo étnico, não tem nossas opiniões políticas ou nossa confissão religiosa”.

O Sumo Pontífice também disse esperar que as eleições de 27 de dezembro ajudem o país, assolado pela violência sectária, a abrir “um novo capítulo” em sua história. “Apesar das dificuldades, a República Centro-Africana avança progressivamente para a normalização da vida política e social”, afirmou Francisco.

“Venho a esta terra pela primeira vez como peregrino da paz e apóstolo da esperança”, declarou o papa na presença da presidente de transição da República Centro-Africana, Catherine Samba Panza. Ela pediu “perdão” por “todo o mal” cometido pelos centro-africanos durante a violência entre as comunidades religiosas que vivem no país desde 2013.

Milhares de pessoas saudaram o Sumo Pontífice ao longo da Avenida dos Mártires, que vai do aeroporto de Bangui à Praça da Reconciliação, onde uma multidão, empolgada, o aguardava.

(Com agência France-Presse)