Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Papa inicia no Equador sua 2ª visita à América do Sul

Francisco também vai passar pela Bolívia e pelo Paraguai em viagem de sete dias pelo continente; em Quito, pontífice recomendou o 'diálogo' a Rafael Correa, alvo de protestos

Por Da Redação 6 jul 2015, 01h56

O papa Francisco desembarcou no Equador neste domingo para sua segunda visita à América do Sul desde o início de seu pontificado. Depois de participar da Jornada Mundial da Juventude no Brasil, em 2013, Francisco agora visita outros três países da região em uma viagem de sete dias: além do Equador, o papa também passa por Bolívia e Paraguai. Uma terceira visita ao continente deve acontecer no ano que vem – e incluir o Chile, o Uruguai e a sua Argentina.

LEIA TAMBÉM:

Papa cobra ‘ação imediata’ para salvar planeta do aquecimento

Papa terá primeiro encontro público com um ativista gay

Francisco chega ao Equador em um momento turbulento do país. O presidente Rafael Correa enfrenta uma onda de protestos contra medidas que tentam aumentar os impostos sobre a herança e o lucro. Depois de pisar em solo equatoriano no aeroporto Mariscal Sucre de Quito e receber um abraço de Correa, o papa recomendou o “diálogo sem exclusões” para superar os “desafios atuais”.

Depois de deixar o aeroporto com a comitiva presidencial, Francisco cruzou Quito no papamóvel, sendo festejado por dezenas de milhares de equatorianos que lotaram as ruas da capital. Sorridente, o papa acenava e abençoava os fiéis de dentro do veículo. Nas ruas, milhares agitavam bandeirinhas do Vaticano e do Equador, além de cartazes com a foto de Francisco. Alguns apitos em protesto contra Correa também foram ouvidos.

O pontífice fica no Equador até quarta-feira. Depois, segue para a Bolívia e o Paraguai.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade