Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Papa Francisco canoniza uma freira mexicana e outra colombiana

Religiosas foram fundadoras de ordens na América Latina. Papa também canonizou 800 mártires italianos mortos em 1480

Por Da Redação 12 Maio 2013, 08h51

O papa Francisco proclamou neste domingo os primeiros santos de seu pontificado: a freira colombiana Laura Montoya e Upegui (1874-1949), a mexicana Guadalupe García Zavala, conhecida como mãe Lupita (1878-1963), além de 800 mártires italianos assassinados em 1480 pelos otomanos. A cerimônia de canonização aconteceu na Praça São Pedro e teve a presença de milhares de fiéis e de delegações oficiais de Colômbia, México e Itália.

A canonização foi pedida a Francisco pelo cardeal Angelo Amato, prefeito da Congregação das Causas dos Santos. “Os incluímos no livro dos santos e estabelecemos que em toda a Igreja sejam devotamente honrados entre os santos”, disse o papa.

Leia também:

Conheça o roteiro do papa Francisco em Aparecida

Papa Francisco nomeia dois bispos brasileiros

Continua após a publicidade

Depois da cerimônia, os fiéis se dirigiram para os dois grandes retratos das freiras latino-americanas e uma tapeçaria que representa os ‘mártires de Otranto’, a cidade do sul da Itália onde foram assassinados.

Laura Montoya e Upegui será a primeira santa colombiana. A freira foi fundadora da Congregação das Irmãs Missionárias da Beata Virgem Maria Imaculada e de Santa Catarina de Sena, que hoje está presente em 21 países ao redor do mundo. Guadalupe García Zavala, a mãe Lupita, será a segunda santa do México.

Papa no Brasil – Nesta semana, foi divulgada a agenda de Francisco durante sua viagem ao Brasil, entre 22 e 29 de julho, em razão da XXVIII Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no Rio de Janeiro. O pontífice ficará hospedado na residência da Igreja, no Sumaré. No primeiro dia, ele encontrará a presidente Dilma Rousseff, o governador Sérgio Cabral, e outras autoridades.

No Rio, além das atividades da jornada, o papa programou visitas à favela de Varginha, em Manguinhos, ao Hospital São Francisco de Assis e a participação de um encontro no Theatro Municipal. Francisco também irá ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo, para rezar diante da padroeira do Brasil.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade