Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Papa diz que já duvidou da sua fé e recomenda ‘partilhar inquietações’

Francisco também disse ser comum "indispor-se com Jesus", mas ponderou que esta é também uma maneira de orar

O papa Francisco lembrou neste domingo que em alguns momentos da sua vida teve “muitas dúvidas” sobre sua fé e explicou que seguiu em frente porque compartilhou com outras pessoas suas inquietações, uma revelação que já havia feito pouco depois de ser eleito pontífice.

Francisco esteve neste domingo, 7, no bairro romano de Monteverde, no oeste da capital italiana, para visitar a paróquia de São Júlio depois de ter sido reparada de um desabamento, e respondeu às perguntas de vários fiéis presentes na cerimônia.

Uma jovem lhe perguntou se alguma vez tinha duvidado da fé e como a recuperou, ao que o pontífice respondeu: “Todos os homens, mulheres e crianças em um certo momento têm dúvidas, é parte da vida duvidar, e também hesitar e pôr Deus a toda prova”.

Francisco continuou dizendo que para seguir adiante é preciso compartilhar as inquietações com outras pessoas.

“Tive muitas dúvidas diante das calamidades ou de coisas que aconteceram na minha vida Como segui adiante? Acho que não saí sozinho, não se pode nunca sair sozinho da dúvida, é preciso a companhia de alguém que te ajude a seguir em frente”, recomendou.

Essa não foi a primeira vez que o papa Francisco faz esta confissão, uma vez que já havia falado algo similar em uma audiência geral com fiéis em outubro de 2013, apenas sete meses depois de ter sido eleito em conclave.

“Todos experimentamos a sensação de estarmos perdidos, de ter dúvidas e inseguranças. Quem não as teve no seu caminho da fé? Eu também. E isto faz parte deste caminho e não tem que nos surpreender, porque somos seres humanos, marcados por fragilidade e limitações”, disse então.

Hoje, o papa também destacou que é bom compartilhar esses momentos de ansiedade com “os pais, os amigos ou o catequista” e que também é comum “indispor-se com Jesus” em momentos de angústia pessoal.

“Indispor-se com Jesus é também um maneira de rezar, Jesus gosta de ver a verdade do nosso coração. Não dissimulem diante de Jesus. É uma bela oração”, ressaltou.