Clique e assine a partir de 9,90/mês

Papa denuncia a ‘crueldade humana’ no atentado em Paris

O sumo pontífice pediu orações para as vítimas e também para os algozes, 'para que o Senhor mude seus corações'

Por Da Redação - 8 jan 2015, 08h17

O papa Francisco denunciou nesta quinta-feira a crueldade no atentado contra a revista satírica francesa Charlie Hebdo e pediu para rezar pelas vítimas durante a tradicional missa matutina que reza em sua residência, a Casa Santa Marta. “O atentado de ontem em Paris nos faz pensar na crueldade humana e no terrorismo, tanto o isolado, como o de Estado”, afirmou o papa, segundo a Rádio Vaticano.

Leia também

Explosão destrói restaurante ao lado de uma mesquita, no oeste da França

Polícia francesa prende 7 pessoas por relação com ataque

Um dos três suspeitos do atentado terrorista em Paris se entrega

“De quanta crueldade é capaz o homem!”, exclamou Francisco, para depois convidar os presentes a rezar pelas doze vítimas e pelos feridos do ataque. O pontífice argentino também pediu orações “para os cruéis, para que o Senhor mude seus corações”. Francisco já tinha expressado nesta quarta sua “firme condenação pelo horrível atentado” que semeou a morte, “afundando na consternação toda a sociedade francesa e perturbando os amantes da paz, além das fronteiras da França”.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade