Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Papa compara certos tipos de aborto à eugenia nazista

No Vaticano, o pontífice alegou que "para ter uma vida tranquila, elimina-se inocentes"

Por AFP
16 jun 2018, 14h52

O papa Francisco comparou neste sábado o aborto praticado em caso de má-formação do feto com uma eugenia “de colarinho branco” como a praticada pelos nazistas. O pontífice alegou que “para ter uma vida tranquila, elimina-se inocentes”.

“Ouvi dizer que está na moda, ou pelo menos é habitual, realizar exames durante os primeiros meses de gravidez para ver se a criança está bem ou nascerá com algo (algum problema). E que a primeira opção é se livrar dela neste caso”, declarou o papa no Vaticano a representantes de associações familiares.

“No século passado, todo mundo se escandalizou com o que os nazistas faziam para preservar a pureza da raça. Hoje, fazemos o mesmo com colarinho branco”, declarou o pontífice argentino.

Continua após a publicidade

O papa também se indagou: “Por que não vemos anões nas ruas? Porque o protocolo de diversos médicos diz: ‘nascerá com uma anomalia, livre-se dele'”.

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.