Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Papa coloca placa na porta do próprio quarto: “Proibido reclamar”

Em letras menores, o aviso também diz: "A penalidade é dobrada se a violação ocorrer na presença de crianças"

Por Da Redação Atualizado em 14 jul 2017, 15h11 - Publicado em 14 jul 2017, 12h08

Se alguém tinha dúvidas sobre como o papa Francisco se sente sobre pessoas que estão sempre reclamando, a resposta agora está colada na porta de sua suíte simples na residência do Vaticano: “Proibido reclamar” (Vietato lamentarsi, em italiano).

Sob o alerta explícito, a placa escrita em italiano continua dizendo que “infratores estão sujeitos a uma síndrome de sempre se sentirem como uma vítima e a consequente redução de seu senso de humor e de sua capacidade de resolver problemas”.

Uma foto da placa foi publicada no site Vatican Insider, e sua presença na porta do quarto do papa foi confirmada à Reuters por seu editor-chefe, Andrea Tornielli, que é próximo ao papa Francisco e já o entrevistou diversas vezes.

  • A placa acrescenta: “A penalidade é dobrada se a violação ocorrer na presença de crianças. Para conseguir o melhor de si mesmo, se concentre em seu potencial e não em suas limitações”.

    A mensagem termina com a frase: “Pare de reclamar e dê passos para melhorar sua vida”.

    A placa foi dada ao papa recentemente pelo psicólogo italiano e autor de livros de autoajuda Salvo Noè. Francisco prometeu a Noè que colocaria a placa em seu escritório para dar risadas.

    (Com Reuters)

    Continua após a publicidade
    Publicidade