Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Papa Bento XVI deixa o Líbano

Sumo pontífice finaliza uma visita de três dias ao país

O papa Bento XVI deixou neste domingo a cidade de Beirute após uma visita de três dias ao Líbano, onde insistiu na coexistencia entre cristãos e muçulmanos e condenou a violência verbal ou física.

Leia também:

Papa Bento XVI realiza missa em Beirute, no Líbano

Antes de subir a bordo de um avião da aerolínea libanesa MEA, adornado com o emblema do papado, ele foi saudado por representantes das comunidades cristãs e muçulmanas. Em sua última mensagem, ele pediu aos libaneses para que rejeitassem tudo o que pudesse desuni-los e a optar pela fraternidade.

Nesta manha, Bento XVI rezou uma missa em Beirute para milhares de pessoas. Em seu discurso, o patriarca maronita, monsenhor Bechara Rai, afirmou que esta viagem pastoral de Joseph Ratzinger ao Oriente Médio – em um momento de transformações radicais que ameaçam a segurança e estabilidade – é cheia de esperança.

Durante a missa, o sumo pontífice entregaou aos prelados da região a Exortação Pós-sinodal (documento final) do Sínodo de Bispos para o Oriente Médio, que assinou na sexta-feira passada na sede do Patriarcado maronita em Harissa, 28 quilômetros ao norte de Beirute.

(Com agência France-Presse)

Leia também:

Papa Bento XVI realiza missa em Beirute, no Líbano