Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Papa assina hoje documento que encerra II Sínodo de Bispos para a África

Por Da Redação 19 nov 2011, 06h03

Cotonou, 19 nov (EFE).- O papa Bento XVI assina neste sábado em Ouidah, a 43 quilômetros de Cotonou, a exortação apostólica ‘Africae Munus’ (‘Compromisso da África’), documento com o qual conclui oficialmente o II Sínodo de Bispos para a África realizado em outubro de 2009 no Vaticano.

Em seu segundo dia em Benin, o papa se reunirá no palácio presidencial com o presidente da República, Thomas Boni Yayi, membros do Governo, do corpo diplomático e representantes das principais religiões.

Da capital, o pontífice se transferirá para Ouidah, onde amanhã visitará o túmulo do cardeal Bernardin Gantin, na capela do seminário de St. Gall.

Gantin, natural deste país, falecido em 2008 e amigo pessoal de Bento XVI, foi um dos mais próximos colaboradores de João Paulo II. Foi governador regional da congregação para os bispos e decano do Colégio Cardinalício e era considerado um ‘pai da pátria’ no Benin.

Em seguida, Bento XVI irá para a basílica da Imaculada Conceição de Maria, também em Ouidah, onde assinará a exortação apostólica que fechará o Sínodo de bispos africanos realizado no Vaticano em 2009, que teve como lema ‘A Igreja na África a serviço da reconciliação, justiça e paz’.

De volta a Cotonou, o papa visitará o Centro das Missionárias da Caridade, na paróquia de Santa Rita e se reunirá com 200 crianças doentes, algumas com Aids, e seus familiares e professores.

O segundo dia no país africano será encerrado com um jantar com os bispos do Benin na Nunciatura Apostólica de Cotonou. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade