Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Palmeiras vai homenagear brasileiro morto na Austrália

Jogadores do time entrarão com uma faixa no clássico contra o Corinthians

O brasileiro de 21 anos morto na Austrália no domingo passado receberá uma homenagem do Palmeiras, time para o qual torcia em São Paulo. No clássico deste domingo contra o Corinthians pelo campeonato Paulista, os jogadores entrarão em campo com uma faixa com os dizeres “Roberto Laudisio, fique com Deus e em nossos corações” e a hashtag #prasemprebetao.

Segundo a assessoria de imprensa do Palmeiras, o clube recebeu dezenas de ligações de amigos e familiares do jovem pedindo que algo fosse feito para lembrá-lo no dia em que sua morte completa uma semana. Foi feito, então, na quarta-feira, um pedido à Federação Paulista de Futebol, que autorizou a homenagem.

O caso – Roberto Laudisio Curti, de 21 anos, era de São Paulo. Ele havia trancado a matrícula no curso de administração na PUC para estudar inglês em Sydney, na Austrália, onde foi morar com a irmã mais velha e o marido dela, que é australiano, em junho do ano passado. Na madrugada do último domingo, ele foi perseguido por seis policiais que o paralisaram com Taser, armas de choque, e morreu depois de receber uma série de impactos.

O motivo da perseguição ainda não foi esclarecido. Segundo as primeiras informações, os policiais teriam desconfiado de alguma atitude do rapaz, que indicaria que ele estava sob o efeito de drogas – e tentaram abordá-lo. A polícia diz ainda suspeitar que o brasileiro esteja envolvido em um roubo de biscoitos ocorrido em uma loja de conveniências pouco antes. A autópsia no corpo dele foi concluída na segunda-feira, e o resultado deve revelar a causa da morte e se o brasileiro havia consumido alguma substância que possa ter contribuído para a fatalidade.

A família do brasileiro decidiu ficar em silêncio até a divulgação do resultado final das investigações sobre as circunstâncias da morte, e pediu também discrição aos amigos e colegas do jovem.