Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Palestinian Airlines volta a voar depois de sete anos paralisada

Por Karim Sahib 10 Maio 2012, 10h41

A companhia aérea Palestinian Airlines retomou suas operações, interrompidas em 2005, e restabeleceu um voo entre o aeroporto egípcio de Al-Arich e Amã, capital da Jordânia, indicou nesta quinta-feira seu diretor geral, Ziyad Albad.

“Iniciamos os voos ontem (quarta-feira) entre Amã e Al-Arich”, disse à AFP, explicando que haverá dois voos de ida e volta semanais, destinados aos viajantes que passam pelo terminal de Rafah, na fronteira entre a Faixa de Gaza e o Egito, situado a cerca 50 km de Al-Arich.

“Até agora, as pessoas que viajavam a partir de Gaza tinham que fazer 400 ou 500 km de estrada para chegar ao aeroporto mais próximo”, disse o diretor geral da companhia aérea.

“Em breve teremos voos entre Al-Arich e Jeddah (na Arábia Saudita) e tentamos também fazer conexões com a Turquia e com os Emirados Árabes Unidos”, acrescentou, explicando que a companhia possui quatro aviões, por enquanto.

A Palestinian Airlines, fundada em 1995, utiliza por enquanto o aeroporto de Al-Arich, antes de o de Rafah entrar em operação, que foi inaugurado em 1998, mas deixou de funcionar em 2001, após sofrer sérios danos em sua infraestrutura em ataques do Exército israelense.

Continua após a publicidade
Publicidade