Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Otan reconhece destruição de 6 aviões em ataque talibã

Ação ocorreu na base militar onde está o príncipe Harry

A missão da Otan no Afeganistão (Isaf) reconheceu neste domingo que perdeu seis caças no transcurso do ataque talibã da sexta-feira contra a base de Camp Bastion, onde está o príncipe Harry, da Grã-Bretanha.

Leia mais:

Base de Harry no Afeganistão sofre ataque do Talibã

“Seis caças AV-8B Harrier ficaram destruídos e dois sofreram danos significativos. Três postos de carga de combustível também ficaram destruídos e seis hangares sofreram alguns danos”, explicou a organização militar em comunicado.

A Isaf assegurou que o ataque começou na sexta-feira à noite e que foi “bem coordenado”, reconhecendo que os agressores, “pelo menos 15”, se organizaram em três equipes e conseguiram penetrar no perímetro da base em um ponto.

“Estavam bem equipados e treinados. Vestiam uniformes do Exército dos EUA e estavam armados com rifles automáticos, lança-granadas e coletes explosivos”, afirmou a Isaf em sua nota.

De acordo com a versão oficial, as tropas internacionais mataram 14 insurgentes e feriram outro que foi detido, enquanto em seu grupo morreram dois soldados e outras nove pessoas – oito militares e um civil – sofreram ferimentos.

A base Camp Bastion, defendida por militares britânicos e dos EUA, fica no distrito de Washer, na conflituosa província de Helmand, uma das fortificações dos insurgentes, que atribuíram a ação a uma “vingança” pelo vídeo que parodia Maomé.

De acordo com a imprensa britânica, em Camp Bastion está o príncipe Harry, que ficou ileso. É a segunda missão militar de Harry no Afeganistão, onde está em andamento o processo de retirada das tropas internacionais.

(Com agência EFE)