Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Otan assume o controle da operação militar na Líbia

Os Estados Unidos estavam ansiosos para passar o comando dos ataques

Por Da Redação 27 mar 2011, 16h15

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) anunciou neste domingo, depois de uma reunião entre os embaixadores do órgão em Bruxelas, que assumirá o controle da operação militar contra o ditador Muamar Kadafi, na Líbia. Os Estados Unidos estavam ansiosos para passar o comando dos ataques, também liderados pela França e pela Grã-Bretanha.

Os confrontos entre os países da coalisão e o governo líbio começaram depois que o Conselho de Segurança da ONU autorizou a ação para proteger os civis da Líbia. Depois da entrada do bloco aliado aos rebeldes, os insurgentes voltaram a vencer as forças de Kadafi em diversas frentes e retomaram o controla das cidades de Ras Lanuf, Brega, Uqayla e Jawad Bin.

Tropas da Otan já estavam fazendo o patrulhamento da zona de exclusão aérea, mas agora assumirão inteiramente a operação. “A Otan decidiu hoje implementar todos os aspectos da resolução da ONU de 1973 para proteger os civis e as áreas com população civil sob a ameaça de ataque do regime de Kadafi”, contou um oficial da Otan à agência de notícias Reuters. Outro diplomata, citado pela Associated Press, ponderou que a transferência da liderança dos Estados Unidos pode levar vários dias.

(com agências internacionais)

Continua após a publicidade
Publicidade