Clique e assine a partir de 9,90/mês

Otan admite morte de crianças em combates no Afeganistão

Por Aref Karimi - 13 fev 2012, 12h28

As forças da Otan no Afeganistão admitiram nesta segunda-feira a morte de várias crianças durante um bombardeio na província de Kapisa, ao nordeste de Cabul, controlada por soldados franceses.

“O que podemos determinar até agora é que o ataque foi contra um grupo de homens que estavam armados e se comportavam de forma estranha. Esse grupo foi alvo da aviação da coalizão, que respeitou todas as ordens da Força Internacional de Segurança (Isaf)”, declarou seu porta-voz, Carsten Jacobson, à imprensa.

“Depois do combate, outras vítimas foram descobertas, eram jovens afegãos de diversas idades”, indicou, acrescentando “não poder confirmar nem negar” com “certeza”, “a este nível de avaliação”, se essas mortes estão “diretamente relacionadas ao confronto”.

O parlamentar Mohamad Tahir Safi, enviado à área pelo presidente Hamid Karzai para investigar os acontecimentos de quarta-feira passada, dia 8 de fevereiro, reportou que morreram oito “crianças inocentes” no bombardeio.

Continua após a publicidade

Na quinta-feira, o presidente “condenou firmemente” o ataque.

Publicidade