Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Oposição turca escolhe deputado para enfrentar Erdogan nas urnas

Muharrem Ince é conhecido como orador eloquente; eleição de junho consolidará mais poderes para futuro presidente

O Partido Republicano do Povo (CHP), principal legenda de oposição na Turquia, nomeou nesta sexta-feira (4) um de seus oradores mais eloquentes, o deputado Muharrem Ince, para enfrentar o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, nas eleições presidenciais de 24 de junho.

“Com o consentimento de Deus e a vontade da nação, serei eleito presidente em 24 de junho”, declarou Ince, de 54 anos, que se impôs no cenário político turco nos últimos anos como um dos críticos mais veementes de Erdogan.

Agendadas inicialmente para novembro de 2019, as  eleições presidencial e legislativa da Turquia foram antecipadas para 24 de junho. Esta dupla eleição é particularmente importante para a adoção das medidas de reforço do poder do presidente, aprovadas no ano passado por meio de uma reforma constitucional orquestrada Erdogan.

Se eleito, Erdogan, de 64 anos, poderá agora aspirar a mais dois mandatos presidenciais de cinco anos. O homem forte da Turquia está no poder desde 2003. Para justificar a antecipação das eleições, alegou a necessidade de o país passar rapidamente para um sistema presidencialista e, assim, enfrentar “a aceleração dos acontecimentos na Síria” e tomar “decisões importantes” sobre questões econômicas.

Professor de física e química, é conhecido em seu país por seu estilo feroz e combativo. Também competem pela Presidência turca Meral Aksener, conhecida como a ‘dama de ferro”, e Selahattin Demirtas, o “ícone curdo”, preso há um ano.

Os candidatos vão se enfrentar em uma campanha que se anuncia difícil. Em seu primeiro discurso como candidato, Muharrem Ince prometeu ser “o presidente de todos” e “imparcial”, caso seja eleito.

Com a nomeação de Ince, o CHP espera lutar contra Erdogan no campo que este último mais gosta e no qual baseia sua popularidade no país: o combate entre oradores.

Aksener, presidente do jovem Bom Partido (direita) e apresentada como uma oposicionista séria a Erdogan, lançou nesta sexta-feira (4), em Istambul, a coleta de 100.000 assinaturas necessárias para oficializar uma candidatura à Presidência.

Erdogan realiza seu primeiro comício de campanha neste domingo em Istambul. Ele já tem o apoio do primeiro-ministro do país, Binali Yildirim, e do chefe do partido ultranacionalista MHP, Devlet Bahçeli.

(Com AFP)