Clique e assine a partir de 9,90/mês

Oposição síria denuncia morte de quase 11 mil crianças desde início da guerra

Coalização Nacional Síria diz que forças do regime do ditador Bashar Assad usaram menores como soldados e até como escudos humanos

Por Da Redação - 8 set 2013, 09h16

A Coalizão Nacional Síria (CNFROS), principal aliança opositora, denunciou neste domingo a morte de 10.913 crianças na Síria desde o começo do conflito em março de 2011 até o dia 21 de agosto.

A CNFROS, que se baseia em números proporcionados pela Rede Síria para os Direitos Humanos, assinala que dos 10.913 mortos, 2.305 tinham menos de dez anos.

Segundo a coalizão, as forças do regime usaram menores como soldados, detiveram e sequestraram outros e, inclusive, os usaram como escudos humanos.

A guerra civil da Síria já causou mais de 100.000 mortos, assim como 2 milhões de refugiados e 4,2 milhões de deslocados internos, segundo dados da ONU.

Continua após a publicidade

Leia também:

Países do Golfo pedem intervenção imediata na Síria

Alemanha endossa documento que pede reação firme à crise síria

Mensagens interceptadas indicam que Irã planeja retaliar ataque à Síria

Continua após a publicidade

Onze países do G20 apoiam reação firme à crise síria

(Com agência EFE)

Publicidade