Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Oposição denuncia mais mortes em Homs

Por Da Redação 8 fev 2012, 06h32

Dezenas de civis morreram nesta quarta-feira nas ações das forças de segurança sírias em Homs, epicentro da rebelião contra o regime do presidente Bashar al-Assad, submetida a intensos ataques há cinco dias, denunciou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Três famílias completas estão entre as vítimas, destacou o OSDH.

“Desde o amanhecer acontecem bombardeios extremamente intensos. Utilizam foguetes e morteiros”, afirmou Omar Chaker, um militante da oposição em Homs, entrevistado por telefone de Beirute.

Os bombardeios têm como alvos principalmente os bairros de Baba Amro, Khaldiyeh e Bayada. O objetivo seria preparar um avanço terrestre, segundo Chaker.

O OSDH, que tem sede na Grã-Bretanha, anunciou centenas de mortes nos últimos dias em Homs, cidade contra a qual as forças de segurança do regime iniciaram uma violenta ofensita na sexta-feira.

Continua após a publicidade
Publicidade