Clique e assine com até 92% de desconto

Operação na Nigéria bombardeia redutos islâmicos

Exército tenta frear avanço de terroristas do Boko Haram no nordeste

Por Da Redação 17 Maio 2013, 15h20

Forças nigerianas usaram nesta sexta-feira aviões e helicópteros para bombardear campos de militantes islâmicos no nordeste do país em sua maior ofensiva militar contra o Boko Haram desde 2009. Segundo uma fonte militar, ao menos 30 insurgentes morreram na operação.

Leia também:

Leia também: Nigéria declara emergência após ataques extremistas

“Não é apenas Sambisa, cada acampamento está sob ataque. Mas nós não fizemos as operações de varredura em terra para determinar o número de mortos”, disse o brigadeiro Chris Olukolade, em referência ao epicentro da insurgência no estado de Borno.

O Exército da Nigéria está tentando recuperar o território controlado por insurgentes islâmicos cada vez mais bem armados do terrorista Boko Haram em estados no nordeste do país como Borno, Yobe e Adamawa, colocados sob estado de emergência pelo presidente do país, Goodluck Jonathan, na quarta-feira.

Histórico – O Boko Haram busca derrubar o governo e instituir um estado islâmico no país. Nos últimos anos, o grupo realizou diversos atentados sangrentos contra a população cristã na Nigéria. No mês passado, o exército do país lançou uma ofensiva para caçar membros do grupo na província de Borno, a mesma onde fica Bama. A ação provocou a morte de duzentas pessoas e atraiu críticas de grupos de direitos humanos.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade