Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

ONU pede que China pressione Síria

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu neste sábado ao chanceler da China que use sua influência para ajudar a pressionar o presidente sírio, Bashar al-Asad, a encerrar o conflito naquele país, indicou um porta-voz da organização.

“Ban Ki-moon pediu à China que use sua influência para garantir a aplicação plena e imediata do plano de paz da ONU e Liga Árabe apresentado pelo enviado Kofi Annan, e de um comunicado internacional que a China aprovou, em 30 de junho, pedindo a transição política na Síria”, disse o porta-voz.

Ban e o chanceler chinês, Yang Jiechi, conversaram por telefone sobre a Síria antes da visita do líder da ONU à China, segunda-feira.

A China é um país-chave na disputa travada no Conselho de Segurança sobre as sanções ao líder sírio, e apoiou a Rússia na rejeição às demandas ocidentais de uma ação internacional de pressão sobre Assad.