Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

ONU condena ‘energicamente’ atentado contra turistas israelenses na Bulgária

Nações Unidas, 18 jul (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou nesta quarta-feira ‘energicamente’ o atentado cometido contra um ônibus de turistas israelenses na Bulgária, que causou pelo menos sete mortos e vários feridos.

‘O secretário-geral condena nos termos mais enérgicos o atentado contra um ônibus que levava turistas israelenses do aeroporto de Burgas, na Bulgária’, disse o porta-voz de Ban, Martin Nesirky, em comunicado distribuído na sede central da ONU em Nova York.

O principal dirigente das Nações Unidas manifestou ‘suas condolências às vítimas e suas famílias, assim como aos governos e aos povos da Bulgária e de Israel’, acrescentou o breve comunicado de Ban, que hoje estava em visita oficial à China e amanhã inicia uma viagem oficial à região dos Bálcãs.

Um ônibus com 47 turistas a bordo, procedentes de um voo de Israel, explodiu por volta das 17h30 locais (11h30 no horário de Brasília) quando se dispunha a abandonar o estacionamento do aeroporto de Burgas, uma cidade turística búlgara do Mar Negro muito popular entre os israelenses.

O atentado causou sete mortos, segundo o ministro do Interior da Bulgária, Tsvetan Tsvetanov, e dezenas de feridos.

No momento da explosão, cerca 40 turistas se encontravam dentro do veículo e o fogo se alastrou a outros dois ônibus que estavam estacionados no aeroporto.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, apontou o Irã como responsável pelo atentado.

‘Todos os sinais levam ao Irã’, afirmou Netanyahu em comunicado no qual assinalou que ‘Israel reagirá com determinação perante o terrorismo iraniano’. EFE