Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ônibus da polícia da Argentina cai em desfiladeiro e deixa 42 mortos

O veículo transportava 51 passageiros e caiu quase 25 metros, sobre um rio seco. Outras nove pessoas ficaram gravemente feridas

Ao menos 42 pessoas morreram após um ônibus que transportava policiais cair em um rio seco em uma estrada na província de Salta, noroeste da Argentina. O acidente ocorreu por volta das 2h da madrugada no horário local (3h em Brasília) e deixou também nove pessoas gravemente feridas, que estão recebendo tratamento em hospitais da região.

O veículo fazia parte de um comboio de três ônibus que transportava oficiais das forças de patrulha das fronteiras argentinas. Salta tem divisa com a Bolívia, o Chile e o Paraguai. Os passageiros dos outros dois ônibus foram as primeiras pessoas a tentar salvar os oficiais presos nos destroços, segundo as autoridades.

Leia também:

Mauricio Macri toma posse como presidente da Argentina

Dilma embarca para a Argentina onde participa da posse de Mauricio Macri

Após oito anos, Cristina Kirchner se despede da Presidência da Argentina

A tragédia pode ter ocorrido devido a um problema com o “pneu direito”, segundo explicou o secretário de Defesa Civil e Emergência Social de Salta, Francisco Marinaro, ao canal televisivo TN. O intendente da cidade de Rosario de la Frontera, localizada a 20 quilômetros do local, admitiu ao jornal Clarín que a via de onde o ônibus caiu está muito deteriorada, o que também pode ter causado o acidente. Os trabalhos de resgate continuam na área, já que o automóvel ainda não foi levantado. O ônibus transportava 51 pessoas e caiu quase 25 metros, sobre o rio Balboa.

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, enviou hoje seus pêsames aos parentes, após um ato com produtores agropecuários realizado em uma cidade na província de Buenos Aires. “É preciso melhorar as vias para que estas coisas não sigam ocorrendo”, disse Macri.

(Da redação)