Clique e assine a partir de 9,90/mês

OMS diz que há registro de morte de crianças por coronavírus

Organização pediu que governos ampliem a oferta de exames e incentivem o isolamento social

Por Da Redação - Atualizado em 16 mar 2020, 15h26 - Publicado em 16 mar 2020, 15h19

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou nesta segunda-feira, 16, que há registro de morte de crianças por causa do novo coronavírus.

“É uma doença série. Há evidências que aqueles com mais de 60 anos correm maior risco, mas jovens, incluindo crianças, morreram”, disse o diretor.

Ghebreyesus não deu mais detalhes sobre o perfil da vítimas. Entretanto, até esta segunda-feira, a OMS não havia divulgado a morte de nenhuma criança pela Covid-19.

O diretor afirmou ainda que os governos devem ampliar a oferta de exames do novo coronavírus, além de incentivar o isolamento social.

Continua após a publicidade

“Temos visto uma rápida escalada em medidas de isolamento social, como fechamentos de escolas, cancelamentos de eventos e aglomerações, mas não temos visto uma urgência suficiente na escalada de testes, isolamento e contato de origem”, disse.

A diretora técnica da OMS Maria van Kerkhove apontou que os relatórios não apontam transmissões em lugares como escolas. “Mas vimos crianças morrerem dessa infecção”, disse, sem dar números.

“O que não sabemos ainda – porque ainda não temos o resultado de enquetes sorológicas – é a extensão da infecção assintomática em crianças”, explicou Maria.

Até então, relatórios de médicos e pesquisadores apontavam para infecções mais brandas em crianças. Parte dos casos de menores diagnosticados com a doença eram de crianças assintomáticas.

Publicidade