Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Oito anos, milhares de mortos e um custo de US$ 800 milhões

Washington, 15 dez (EFE).- Nesta quinta-feira, com a cerimônia de retirada de sua bandeira de Bagdá, os Estados Unidos colocaram fim a Guerra do Iraque, um conflito que causou a morte de milhares de civis e militares, além de ter custado ao país US$ 880 milhões em seus oito anos de duração.

A invasão anglo-americana começou no dia 20 de março de 2003. Só no dia 31, no entanto, as últimas tropas deixarão definitivamente o Iraque.

Segundo a ONG Iraq Body Count, mais de cem mil iraquianos e 4.400 soldados americanos morreram no conflito. Abaixo, segue uma cronologia com as datas mais importantes nestes oito anos.

2002.

– 29 janeiro.- O presidente americano George W. Bush inclui o Iraque no chamado ‘Eixo do mal’.

– 8 novembro.- O Conselho de Segurança da ONU aprova por unanimidade a resolução 1.441, que obriga o regime do presidente iraquiano, Saddam Hussein, a aceitar o retorno dos inspetores de armas de destruição em massa.

2003.

– 27 janeiro.- Os inspetores concluem que não há provas definitivas contra o Iraque.

– 16 março.- Cúpula nos Açores: George Bush, Tony Blair, José María Aznar e José Manuel Durão Barroso dão um ultimato a Saddam Hussein.

– 20 março.- Começa a invasão da coalizão internacional.

– 24 março.- Saddam Hussein anuncia em televisão que a ‘vitória está perto’, apesar das tropas anglo-americanos se encontrarem a 90 quilômetros de Bagdá.

– 9 abril.- As tropas americanas cruzam o Rio Tigre, chegam ao coração de Bagdá e derrubam uma estátua de Saddam Hussein na praça Fardus, numa cena transmitida por redes de televisão de todo o mundo.

– 1 maio.- O presidente Bush anuncia o fim dos combates.

– 22 maio.- O Conselho de Segurança da ONU aprova a resolução 1.483, que põe fim a quase treze anos de sanções contra o Iraque e dão o comando indefinido do país às forças ocupantes.

– 13 julho.- Constituído o Conselho de Governo iraquiano, primeira tentativa de instaurar um poder democrático no Iraque.

– 1 setembro.- Formado primeiro Executivo do pós-guerra.

– 13 dezembro.- Saddam Hussein é capturado em Tikrit.

2004.

– 28 abril.- CBS divulga imagens de maus-tratos a presos iraquianos na prisão de Abu Ghraib.

– 28 junho.- O xiita Iyad Allawi é nomeado primeiro-ministro.

– 9 julho.- A Comissão de Inteligência do Senado americano conclui que a CIA supervalorizou a ameaça que representava o Iraque.

– 7 novembro.- Enfrentamento na cidade de Faluja termina com 1.600 rebeldes mortos.

– 8 novembro.- Otan aprova sua missão no Iraque.

2005.

– 30 janeiro.- Aliança Iraquiana Unida vence eleições legislativas.

– 31 março.- Comissão presidencial dos EUA conclui que os serviços de inteligência do país se equivocaram em suas estimativas sobre a presença de armas de destruição em massa no Iraque.

– 15 outubro.- Setenta e oito por cento dos iraquianos aprova a nova Constituição, questionada pela comunidade sunita.

2006.

– 22 abril.- O presidente Jalal Talabani, de origem curda, encarrega o xiita Nouri al-Maliki de formar o novo governo.

– 8 junho.- Abu Musab al-Zarqawi, líder da Al Qaeda no Iraque, morre em um ataque aéreo.

– 7 setembro.- Governo iraquiano assume o comando militar do país.

– 23 novembro.- Pelo menos 203 mortos em série de atentados no bairro xiita Cidade de Sadr, em Bagdá.

– 30 dezembro.- Saddam Hussein é enforcado.

2007.

– 10 janeiro.- Bush anuncia o envio de 21.500 soldados adicionais ao Iraque, para conter onda de violência.

– 14 agosto.- Pelo menos 250 mortos em atentado na província de Ninawa, o mais sangrento desde a queda de Saddam.

– 3 setembro.- Reino Unido retira suas tropas de Basra.

2008.

– 4-30 março.- Enfrentamentos em Basra entre o Exército e a milícia Moqtada al-Sadr deixam mais de 300 mortos.

– 1 outubro.- Governo toma o controle dos Conselhos de Salvação, milícias sunitas que lutam contra a Al Qaeda no Iraque.

2009.

– 1 janeiro.- Iraque assume a segurança da Zona Verde de Bagdá.

– 30 junho.- Tropas americanas se retiram das cidades.

– 27 fevereiro.- O novo presidente de EUA, Barack Obama, anuncia a saída para agosto de 2010 da maior parte das tropas no Iraque.

2010

– 18 agosto.- As últimas tropas de combate dos Estados Unidos abandonam o Iraque rumo ao Kuwait e concluem a ‘Operação Liberdade’, que começou em 2003.

– 31 agosto.- Obama declara formalmente o fim das operações de combate.

– 1 setembro.- Começa a Operação Novo Amanhecer, na qual os soldados americanos que permanecem no Iraque cumprem missões de assessoria.

– 23 out.- Vazamento do Wikileaks revela morte de civis e torturas no Iraque.

– 11 nov.- Talabani, reeleito presidente do Iraque, nomeia al- Maliki responsável pela formação de um novo Governo.

2011.

– 11 set.- O clérigo Moqtada al-Sadr decreta a suspensão das ‘operações militares’ contra as forças dos EUA ‘para que comece a retirada oficial’.

– 21 out.- Obama anuncia a retirada completa das tropas antes do fim de ano.

– Dezembro.- Retirada definitiva das tropas dos EUA. EFE