Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

OEA fará reunião para estudar medidas contra Paraguai

Países da região condenaram impeachment relâmpago de Fernando Lugo

A Organização dos Estados Americanos (OEA) convocou nesta segunda-feira uma reunião extraordinária para quarta com o objetivo de estudar eventuais medidas da crise política vivida no Paraguai após o impeachment relâmpago do ex-presidente Fernando Lugo. O julgamento político sumário que destituiu Lugo na sexta-feira, alçando à presidência o então vice-presidente Federico Franco, recebeu uma forte condenação dos países do continente, muitos dos quais anunciaram que não reconhecerão o novo governo.

Leia também:

Leia também: Enquanto Franco empossa ministros, Lugo convoca aliados

“A OEA se reunirá para debater a situação na República do Paraguai e, caso necessário, tomará as decisões que o Conselho Permanente acordar”, disse a organização em um comunicado. A OEA realizou uma primeira reunião de emergência na sexta-feira sobre os acontecimentos no Paraguai, que serviu para que os países da organização hemisférica apresentassem suas dúvidas sobre o processo político no país.

O secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza, afirmou no sábado que a comunidade internacional observou um “desrespeito” ao devido processo durante a destituição de Lugo, que está prevista na Constituição.

(Com agência France-Presse)