Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Observadores da ONU investigam ‘massacre’ de Treimsa na Síria

Observadores da ONU mobilizados na Síria foram neste sábado a Treimsa, uma localidade no centro do país onde o exército sírio matou na quinta-feira mais de 150 pessoas, anunciou à AFP a porta-voz dos observadores, Sausan Ghosheh, e um ativista da região.

Ghosheh confirmou à AFP que observadores foram a Treimsa, enquanto um militante opositor de Hama (centro), Abu Ghazi, afirmou que o grupo se reuniu com habitantes e “inspecionou os locais bombardeados e os locais manchados de sangue”.

Opositores sírios alegam que mais de 150 pessoas – incluindo dezenas de rebeldes – foram assassinadas em Treimsa (centro) na quinta-feira.

A secretária americana de Estado, Hillary Clinton, disse na sexta-feira em um comunicado que mais de 200 pessoas morreram em Treimsa e que tudo parecia indicar que “o regime assassinou deliberadamente civis inocentes”.

O exército sírio disse ter realizado em Treimsa “uma operação de qualidade” que culminou com a “destruição de esconderijos de grupos terroristas (…), sem ter deixado nenhuma vítima civil”.