Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
Ao vivoAmarelas ao Vivo entrevista Alvaro Dias, do Podemos

Evento de VEJA já ouviu os presidenciáveis João Amoêdo (Novo) e Geraldo Alckmin (PSDB). Marina Silva (Rede) e Henrique Meirelles (MDB) também serão sabatinados

Obama supera Romney em pesquisa sobre intenções de voto

Washington, 6 fev (EFE).- O presidente Barack Obama conta com a preferência de 52% dos americanos comparado com 43% de apoio para Mitt Romney, que por enquanto lidera a concorrência pela candidatura presidencial republicana, mostra uma enquete publicada nesta segunda-feira.

A enquete, realizada telefonicamente para o jornal ‘The Washington Post’ e a emissora de televisão ‘ABC’ entre a quarta-feira e o sábado e com uma amostra ao acaso de mil adultos em todo o país admite um erro de mais ou menos quatro pontos percentuais.

A vantagem de Obama diminui entre os eleitores registrados, com 51% de apoio para o presidente e 45% para o ex-governador de Massachusetts, Romney, que ainda enfrenta outros três aspirantes pela candidatura do Partido Republicano.

O jornal afirmou que esta é a primeira vez nas enquetes, desde julho, na qual Obama supera 50% de apoio entre todos os adultos quando comparado com Romney, e é a primeira vez que supera essa marca entre os eleitores registrados.

‘Com o benefício de uma crescente confiança do público sobre seu manejo da economia, o presidente Obama, pela primeira vez, tem uma vantagem clara sobre o pré-candidato presidencial republicano Romney em uma potencial decisão eleitoral’, escreveu o ‘Post’.

No sábado, Romney ganhou facilmente as prévias do estado de Nevada, e depois das vitórias nas primárias da Flórida e New Hampshire consolidou sua posição à frente do quarteto de políticos que buscam a candidatura presidencial republicana.

Os resultados da enquete publicada nesta segunda-feira ‘revelam o quão importante será a forma como é apresentada a campanha para as eleições de novembro’, disse o jornal.

‘Se a campanha se transformar, principalmente, em um plebiscito sobre a gestão presidencial de Obama, como os republicanos esperam que seja, o presidente poderia ter dificuldades para ganhar um segundo mandato, a menos que a recuperação econômica supere enormemente as expectativas’, acrescentou o artigo.

‘Mas se a disputa se transformar em uma escolha entre o presidente em exercício e o desafiante, tal como os assessores de Obama dizem que será, a perspectiva do presidente é muito melhor’, disse o Post.

Em termos gerais, 55% dos entrevistados que disseram seguir de perto a campanha desaprovam o que os aspirantes republicanos estiveram dizendo.

Dois em cada três entrevistados disseram que quanto mais aprendem sobre Romney menos gostam e ainda há muitos republicanos que têm uma opinião negativa sobre o candidato, disse o ‘Post’.

As coisas não são melhores com o principal concorrente de Romney, o ex-presidente da Câmara de Representantes, Newt Gingrich: três em cada quatro entrevistados tem uma opinião ruim sobre ele. EFE