Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Obama parabeniza Romney por “campanha animada”

Ao visitar escritório de campanha, presidente relembrou disputa acirrada

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, parabenizou nesta terça-feira o adversário republicano, Mitt Romney, pela disputa acirrada para a Casa Branca e expressou confiança na reeleição, durante visita a um escritório de campanha em Chicago.

Ao vivo: Acompanhe ao vivo as principais notícias das eleições

“Quero dizer ao governador Romney parabéns pela campanha animada. Sei que os apoiadores dele estão tão engajados e tão entusiasmados e trabalhando tanto quanto os nossos hoje”, disse Obama, enquanto voluntários faziam ligações telefônicas incentivando eleitores a votar.

“Estamos confiantes que temos os votos para vencer”, acrescentou o democrata, ponderando que o resultado dependerá do comparecimento dos eleitores às urnas. “Encorajo todo mundo de todas as partes a garantir o exercício desse precioso direito que outras pessoas lutaram tanto para que nós tivéssemos”.

Obama agradeceu aos voluntários no escritório de campanha. “Espero que a gente tenha uma boa noite, mas não importa o que acontecer, só quero dizer o quanto aprecio cada pessoa que me apoiou, todo mundo que trabalhou tanto em meu nome.” Pesquisas de intenção de voto mostram Obama e Romney em empate técnico nacionalmente, mas o atual presidente tem uma pequena vantagem nos estados decisivos no sistema de colégio eleitoral.

Saiba mais:

Urnas são abertas em 36 estados; votação só termina na 4ª

Quem, de fato, vai escolher o próximo presidente dos EUA

Como Obama e Romney (e os eleitores) chegam para a eleição

Supresa – Obama também surpreendeu nesta terça-feira alguns de seus voluntários de campanha no chamado swing state (estado indeciso) de Wisconsin, ligando para agradecer a eles por sua ajuda. “Aqui é Barack Obama. Sabe, o presidente”, afirmou ele numa ligação a uma voluntária de Wisconsin, falando de seu escritório de campanha em Chicago, de onde ele acompanha o processo eleitoral.

Obama chegou ao escritório localizado perto de sua residência, em Hyde Park, sob aplausos de sua equipe. Ele tirou seu casaco azul, pendurou no encosto da cadeira e disse: “Vamos trabalhar, temos que conseguir alguns votos”. Depois começou a telefonar de seu celular. “Oi, é a Annie? Aqui é Barack Obama”, disse, acrescentando no final da ligação: “Ela foi muito gentil, embora inicialmente não soubesse quem eu era”.

“Oi, é a Jyl? Aqui é Barack Obama. Aqui é o seu presidente. Você está dando tanto duro que eu tinha que ligar pra agradecer. Não, é sério. Estou ligando para alguns de nossos melhores voluntários em Madison”, disse o presidente. Jyl aparentemente colocou outra pessoa no telefone e o presidente novamente agradeceu. “Tenho orgulho de vocês, pessoal”.

Confiança – Já o republicano Mitt Romney, que votou em um subúrbio de Boston na manhã desta terça-feira, disse se sentir bem sobre as chances de vencer a disputa. Depois de votar, Romney beijou a mulher, Ann, despediu-se e partiu para viagens de última hora para Cleveland e Pittsburgh – cidades nos estados cruciais de Ohio e Pensilvânia. Romney vestia terno cinza e Ann usava um casaco azul ao votar, lado a lado, em um centro comunitário para idosos.

O ex-governador de Massachusetts, que tem uma casa em Belmont, subúrbio de Boston, foi questionado sobre como se sentia. “Muito bem, muito bem”, disse. Sobre as perspectivas para Ohio, Romney afirmou que se sente ótimo em relação ao estado, em sua primeira fala aos profissionais da imprensa que o acompanham desde o final de setembro.

(Com agência Reuters e France-Presse)