Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Obama não quer que Irã se apresente como ‘vítima’

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, advertiu contra toda ação que possa permitir ao Irã se apresentar como uma “vítima”, em uma entrevista publicada nesta sexta-feira, a três dias de uma visita a Washington do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.

“Em um momento em que o Irã não goza de muita simpatia, e onde seu único aliado (a Síria, NDLR) está em plena ebulição, vamos querer uma distração que permita ao Irã se apresentar como vítima?”, questionou Obama em uma entrevista à revista The Atlantic, na qual também garantiu que Israel sabe que ele não blefa quando fala de opor-se às ambições nucleares de Teerã.

Netanyahu, que deve se reunir na segunda-feira com Obama, declarou nesta semana que o programa nuclear iraniano será o principal assunto deste encontro com o presidente americano.

“O Irã segue avançando rapidamente e com arrogância em seu programa nuclear, depreciando completamente as decisões da comunidade internacional”, advertiu nesta semana o primeiro-ministro israelense, que costuma dizer que reserva “todas as opções” diante desta ameaça.

Na entrevista publicada nesta sexta-feira, Obama reiterou seu apoio a Israel e ao trabalho de seu homólogo.

“Acredito que o primeiro-ministro tem a profunda responsabilidade de proteger os israelenses em um ambiente hostil, estou certo de que a história do Holocausto, do antissemitismo e da violência contra os judeus há mil anos influenciam quando estes temas são analisados”, explicou Obama.