Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Obama ‘horrorizado’ com Síria, mas outros critérios são considerados (Casa Branca)

A Casa Branca indicou nesta quinta-feira que Barack Obama está “horrorizado” com a violência na Síria, mas que vários outros elementos são considerados para definir a reação dos Estados Unidos, que “não pode acabar com todos os horrores do mundo”.

Questionado sobre a reação do presidente americano em relação à violência cometida contra os sírios, especialmente crianças, seu porta-voz Jay Carney afirmou que isso “reforça sua certeza de fazer tudo o que pode ser feito pelos Estados Unidos (…) para tentar mudar esta dinâmica”.

“Ele está horrorizado, como todos nós que testemunhamos o que aconteceu na Síria e que escutamos as informações” vindas deste país, assegurou Carney, durante uma coletiva de imprensa.

“O presidente está inteiramente ciente. Quando ele toma decisões, ele leva evidentemente em conta este tipo de sofrimento. Mas ele deve tomar suas decisões com todos os elementos, a começar pelos interesses de segurança nacional dos Estados Unidos”, acrescentou o porta-voz.

“Mesmo tão poderosos, os Estados Unidos não podem impedir todos os horrores do mundo. Devemos trabalhar com nossos parceiros e aliados para empreender os tipos de ações que podem reduzir esses comportamentos terríveis em diferentes partes do mundo “, disse Carney.

“É necessário estar muito focado no processo de decisão. É isto o que os Estados Unidos fazem para obter o resultado desejado, certificando-se de não criar consequências adversas para os Estados Unidos e, em alguns casos, para as pessoas que tentamos ajudar”, segundo ele.