Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Obama e Romney saem em busca dos jovens eleitores

Estratégia de campanha inclui visitas a universidades em estados estratégicos

Por Da Redação 18 out 2012, 14h16

As equipes de campanha do presidente Barack Obama e do republicano Mitt Romney estão trabalhando para seduzir uma parcela do eleitorado americano que foi fundamental há quatro anos. Os jovens estudantes, responsáveis por quase dois terços dos votos de Obama em 2008, agora compõem o grupo dos indecisos.

Para estimular esses jovens eleitores a votar pelo seu candidato, as equipes montaram amplas operações em campi universitários de estados considerados estratégicos. Uma lista da equipe eleitoral de Obama aponta 26 escolas que o presidente visitou entre o final de março e o começo de outubro. Em 2008, a contribuição de pessoas entre 18 e 29 anos foi clara para a eleição do democrata. Mas esse apoio tem caído recentemente.

Um assessor de Mitt Romney tem a explicação para a inversão de movimento dos jovens eleitores. “Não acho que você verá o presidente desfrutando do mesmo apoio que teve em 2008, simplesmente porque a economia sob Obama criou uma geração perdida de jovens eleitores”. Para preencher o espaço deixado pelo presidente, o assessor contabiliza mais de 2 milhões de “contatos eleitorais” promovidos por grupos jovens da campanha, seja “telefonando, batendo à porta, pedindo a um amigo que os leve para votar”.

A equipe de Romney estima que o candidato tenha visitado cerca de 50 campi desde o começo de sua campanha; acrescentam que 188 diretórios de um grupo estudantil pró-Romney foram instalados em campi de 11 estados-alvo.

Leia também:

Eleitorado feminino volta a ser foco da campanha nos EUA

Continua após a publicidade

Para ambas as campanhas, no entanto, os esforços para registrar eleitoralmente moradores de alojamentos universitários foram barrados em alguns Estados por novas regras sobre os documentos a serem apresentados e os locais de votação. Na Flórida, por exemplo, não é mais permitido o voto em trânsito, fora do condado de residência do eleitor.

Caio Blinder: Curtas & Finas (Obama & Jovens)

Pesquisas – Um levantamento divulgado na última segunda-feira pela Reuters/Ipsos mostra que, entre os eleitores mais jovens que se dizem interessados em votar, 54% manifestam preferência por Obama e 36% dizem que vão votar em Romney. Por outro lado, uma sondagem da Pew Research Center Study apontou que apenas 63% dos eleitores jovens dizem que pretendem votar – em 2008, a cifra era de 72%, destacou o jornal The Washington Post, acrescentando que, apesar de mais jovens dizerem que vão votar em Obama, aqueles que escolheram Romney estão mais dispostos a realmente fazê-lo.

Leia mais: Obama fala sobre cerveja, dinheiro e guerra em bate-papo

(Com Agência Reuters)

Continua após a publicidade

Publicidade