Clique e assine com até 92% de desconto

Obama discursa em Washington: ‘Estamos mais fortes do que antes’

Após série de homenagens, o presidente americano encerrou o dia em Washington, no evento Concert for Hope, em memória às vítimas dos atentados. 'Vencemos a escravidão, o comunismo, a recessão e o terrorismo', declarou

Por Da Redação 11 set 2011, 21h51

O presidente americano Barack Obama encerrou as cerimônias dos dez anos da tragédia de 11 de setembro na noite deste domingo com um discurso no evento Concert for Hope, realizado em memória das vítimas dos ataques terroristas na sede do Kennedy Center, em Washington. “O Pentágono foi consertado, Nova York permanece a capital mais vibrante do mundo, nossos estádios seguem cheios, as pessoas ainda trabalham em arranha-céus, os aeroportos continuam movimentados, as crianças vão às escolas. Nós mantivemos nossa fé e estamos mais fortes do que antes”, afirmou.

“Não podemos recuperar as vidas que se foram naqueles dias, mas hoje vale lembrar o que não mudou na América. O país não cedeu ao medo, nossa fé na América não mudou”, disse o presidente, em discurso de tom vitorioso. “Vencemos a escravidão, o comunismo, a recessão e o terrorismo.”

Obama lembrou ainda dos dez anos de guerra que seguiram o 11 de setembro. E disse que a guerra não é e nunca será contra o Islã. “Nossa habilidade não está em resistir nessas terras em que há guerra. O valor da democracia é a nossa força.”

O presidente esteve presente em uma cerimônia em Nova York na manhã deste domingo para a inauguração do memorial do Marco Zero – onde as torres gêmeas foram derrubadas. De lá seguiu para Shanksville, cidade em que caiu o voo 93, e depois esteve ainda no Pentágono, para mais uma homenagem.

Continua após a publicidade
Publicidade