Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Obama dá indulto 111 presos e bate recorde nos EUA

O presidente americano já se declarou favorável a penas alternativas à prisão para os autores de crimes menores

Por Da redação 31 ago 2016, 08h39

O presidente americano Barack Obama concedeu nesta terça-feira indulto a 111 presos, pequenos traficantes de drogas em sua maioria, estabelecendo um recorde histórico de perdões presidenciais em um único mês – informou a Casa Branca. Esses 111 indultos se somam a outros 214 aprovados por Obama ao longo deste mês, totalizando 325 em agosto. Obama usa cada vez mais esse recurso e faz dele uma de suas bandeiras de governo.

Em seus dois mandatos, o presidente americano lançou mão desse gesto 673 vezes, mais do que qualquer um de seus dez antecessores. Com isso, põe em prática seu pedido de uma reforma penal para priorizar a concessão de “uma segunda oportunidade”.

Leia também
Obama tenta frear ataques turcos contra curdos apoiados pelos EUA
EUA cumprem meta de acolher 10.000 refugiados sírios neste ano
De férias, Obama ouve jazz, rap e Caetano; confira a playlist

Considera-se que os detentos que se beneficiaram dessas comutações de pena não representem um perigo para a sociedade. A maioria vende pequenas quantidades de drogas no varejo. Em alguns casos pequenos vendedores e mesmo usuários receberam longas condenações, devido a um sistema penal muito rigoroso e que hoje é denunciado como excessivo. Alguns até cumpriam penas de prisão perpétua. É o caso de 35 dos 111 condenados beneficiados pelos indultos.

Obama se declarou favorável a penas alternativas à prisão para os autores de crimes menores. Nos Estados Unidos, há mais de 2,2 milhões de pessoas atrás das grades.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade