Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Obama assina novas sanções contra regime sírio

O presidente Assad não será afetado pelas medidas, mas poderá ser incluído nesta lista se não diminuir a agressividade de sua repressão

Por Da Redação 29 abr 2011, 16h51

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou nesta sexta-feira uma ordem executiva que impõe novas sanções contra familiares do presidente da Síria, Bashar al Assad, e os serviços de espionagem do país, informou a Casa Branca. Os americanos aplicam medidas punitivas ao regime sírio desde 2004, mas essas são as mais sérias já promulgadas.

As sanções, que respondem à violência com que o regime de Damasco tenta sufocar as manifestações que reivindicam reformas democráticas, incluem o congelamento de bens em território americano dos envolvidos e a proibição de realizar negócios com os EUA.

O presidente Assad, entretanto, não será afetado pelas medidas. Mas as autoridades americanas alertam que ele poderá ser incluído nesta lista se não diminuir a agressividade de sua repressão aos manifestantes. A Síria assiste a manifestações públicas de descontentamento com o regime há sete semanas e só nesta sexta-feira, 24 pessoas morreram, incluindo duas crianças.

(Com agência EFE)


Continua após a publicidade
Publicidade